terça-feira, 22 de julho de 2014

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Evangelismo no Farol

No dia 12 de julho, realizamos um evangelismo com os adolescentes do Plenitude Teen no farol da esquina da Av. Voluntário Fernando Pinheiro Franco com a Rua Presidente Campos Sales, em Mogi das Cruzes, muito movimentada e bem próximo à  nossa igreja.

Apesar da seleção brasileira de futebol não ter sido classificada para a final da Copa do Mundo, mantivemos o combinado de Evangelizarmos no farol usando camisetas do Brasil e folhetos com tema esportivo. 



Desta forma profetizamos que nossa nação pertence ao Senhor Jesus e além disso chamamos muito a atenção. Alguns achavam que eramos torcedores esperando um bom resultado na disputa pelo 3º lugar..rs, outro que estávamos protestando...

Enquanto alguns recusavam o folheto ou a palavra de carinho dos teens, alguns jovens que passavam por nós gritavam "Jesus, eu te amo", "Deus abençoe vocês"... outros gritavam palpites para o jogo..rs

Enfim, conseguimos alcançar o nosso objetivo, anunciamos a mensagem de Amor de Jesus. 





Enquanto 10 pessoas seguravam as placas, três ou quatro meninas dançavam e os demais abordavam os carros e pedestres entregando folhetos


 




 








terça-feira, 8 de julho de 2014

terça-feira, 17 de junho de 2014

Jogo Cabeceio




  1. Alinhe todos os jogadores 2 a 2. Verifique que os pares têm aproximadamente a mesma altura. 
  2. Alternadamente cada um deve colocar a sua mão a uma altura razoável de forma ao seu par poder saltar e tocar na sua mão com a cabeça. 
  3. A altura da mão deve aumentar à medida que o jogador vai conseguindo alcançá-la com a sua cabeça. 
  4. Compare as alturas alcançadas, mas torne claro: “Nem todos (por causa da altura ou da habilidade em saltar) conseguem chegar à mesma altura; mas cada um deve tentar alcançar o seu melhor.” 
Perguntas para Reflexão:
1. Quem sentiu que alcançou o seu máximo?
2. Quem sentiu que isso era suficientemente bom? E quem sentiu que podia ainda ser melhor?
3. Porque é que acham que podia ser melhor? Será por termos comparado uns com os outros? Ou será porque não deram o vosso melhor?
4. Diga: “Se deram o vosso melhor, então é suficientemente bom para o vosso objectivo!”
5. Um objectivo não precisa somente de altura, mas sim de outras coisas, sabem quais?
Precisa de intenção, compromisso, vigilância, força, tempo, agilidade, velocidade, etc.
6. Podem perceber então, a intensidade com que devem alcançar os vossos objectivos? Na vida é a mesma coisa. “Se não nos esforçamos para alcançar os nossos objetivos, nunca os atingiremos!”

Texto Bíblico: Filipenses 3:12-14

Observações:

Qual foi o prêmio que Deus nos chamou para alcançar?
Sermos como Jesus. Desejarmos agir como Jesus

• “Dentro do campo, o prémio é um golo, ou mesmo uma taça; mas na vida, é a eternidade com Jesus!” (v14) 


  • “Não conseguimos ganhar a vida eterna pelas nossas forças, é um prémio que nos é dado em Jesus Cristo.” (v12) “Deus deu-nos o que precisamos; Ele deixou o seu Espirito para que fossemos como Jesus.” 
  • “Mesmo assim, temos de trabalhar para conseguirmos ser como Ele deseja.” (v14) “Temos de validar aquilo que Deus nos deu, recebendo-o d’Ele.” 
  • Demonstre esta verdade levantando alguém para tocar num ponto alto, exigindo ainda que este se esforce para o alcançar 
Perguntas para Reflexão:

  • Digam alguns objetivos que vocês têm. (Deixe-os partilhar acerca de ambições, alvos, etc.) 
  • Alcançar os objetivos exigirá todo o vosso esforço. Estão dispostos a dar o máximo para atingir os vossos objetivos de vida? (Verifique que eles dizem o quanto estão dispostos a se comprometer para alcançar os seus objetivos) 
  • Até que ponto estão dispostos a esforçarem-se também para alcançar a “vida eterna em Jesus”? (Deixe-os serem honestos quanto à sua falta de compromisso na área espiritual) 
  • O que deveremos fazer para “fazer a vontade de Deus”? (Verifique que são dadas sugestões práticas) 
    • Estudar a Bíblia 
    • Orar 
    • Jejuar 
    • Meditar, tentando ouvir a voz de Deus 
    • Ajudando os outros nas suas necessidades 
    • Tentar aprender o mais possível 

Fonte: Material UBABALO eAfrica, disponível em http://ubabalo.blogspot.com.br/

Jogo Defesa em equipe

Forme grupos de 3 e peça para se agruparem lado a lado (ombro com ombro). 
Peça que cada um possa atar o seu atacador (ou fita) ao calçado do colega para que fiquem todos ligados entre si, numa distância não superior a 20 centrímetros. 
Faça uma corrida de 50 metros e identifique a equipa vencedora. 


Repita a competição com uma volta completa ao campo e identifique a equipa vencedora. 

Perguntas para Reflexão: 
1. Quando ambas as corridas terminarem, faça as seguintes perguntas e dê tempo para reflexão 
a. Divertiram-se? Porquê ou porque não? 
b. Qual foi a maior dificuldade que sentiram? 
c. Como é que tiveram de adaptar a vossa corrida? 
d. Qual era a diferença entre a pessoa que estava no meio e as das pontas? 
e. O que tiveram de fazer como equipa para que a corrida corresse bem? 

Verifique que eles conseguem expressar claramente o que foi preciso para encontrar um ritmo de corrida na equipa. 

2. Pergunte: 
a. Em que situações, na vida, também funcionamos em equipas? 
Família, igreja, comunidade, escola, equipa de futebol, banda musical, etc. 
b. Quais são as maiores dificuldades “nessas” equipas? 
c. O que é que poderão fazer para que “corram” todos ao mesmo ritmo? (Deixe-os pensar de uma forma criativa e prática) 

Texto Bíblico: Marcos 3:16-19 

Observações: 
Reparem na “equipa” de Jesus: 

  • Um deles recebeu o nome de Pedra (Pedro) 
  • Dois irmãos receberem a alcunha “Filhos do Trovão” (Tiago e João) 
  • Um deles era conhecido como um “fanático” ou Nacionalista (Simão) 
  • Um seria o traidor de Jesus (Judas) 
  • E todos os outros seriam os mais diferentes possível 


Perguntas para Reflexão: 

  • Acham que era fácil fazer parte desta equipe? 
    • Não 
  • O que fariam se viessem a fazer parte duma equipe como esta? (Deixe-os falar honestamente acerca de como tratariam fanáticos e traidores) 
  • O que é que vocês poderiam fazer numa equipe deste tipo, para que tudo corresse normalmente? 
    • Apreciando a diversidade 
    • Ajudando nas fraquezas de uns 
    • Encorajando as coisas boas de outros 
  • Pense num colega com quem não te estejas a dar muito bem neste momento. O que é que podes fazer para alterar isso? 
    • Tentaria descobrir porque é que ele faz o que faz 
    • Tentaria ver o que ele tem de bom para dar à equipa 
    • Apreciaria mais a sua contribuição 

Fonte: Material UBABALO eAfrica, disponível em http://ubabalo.blogspot.com.br/

Assista aos episódios do Web Show do