quarta-feira, 7 de setembro de 2011

"Espirômetro de bolha de sabão" (Análise da capacidade pulmonar)

Esta experiência pode ser utilizada na lição 7 da revista "A bíblia e a ciência" 

Escondes o teu rosto, e ficam perturbados; se lhes tiras o fôlego,
morrem, e voltam para o seu pó. Salmos 104:29
Material:
1 copinho de café (vazio),
1 vidro conta-gotas com glicerina,
1 vidro conta-gotas com detergente,
uma placa de fórmica (ou superfície da carteira escolar de fórmica),
8 canudinhos de refresco,
um pano para enxugar a carteira no final do experimento,
1 régua de 30 cm.
Como fazer:
- Coloque 20ml de água no copinho vazio.
- Adicione 20 gotas de detergente e duas gotas de glicerina. Misture bem com o canudinho.
- Molhe bem a superfície fórmica ( esta deve ser bem plana).
- Molhe bem a ponta do canudo na água com essa mistura e sopre devagar sobre a fórmica.
- Cuide para que a bolha inicialmente formada fique ligada na ponta do canudo e na fórmica.
Quando você não agüentar mais soprar, deixe a bolha estourar e meça o diâmetro do círculo que se forma sobre a fórmica.
- Utilizar a tabela para comparar o diâmetro (cm) encontrado com o valor do volume (l) , exemplo: se ele for igual a 12 cm, você deverá localiza-lo na coluna e verificar o valor correspondente ao volume, que é de aproximadamente, 0,45 l
Tabela de capacidade pulmonar
Diâmetro ( cm )
Volume ( litro )
10
0,26
11
0,35
12
0,45
13
0,58
14
0,72
15
0,88
16
1,00
17
1,30
18
1,53
19
1,79
20
2,10
21
2,43
22
2,80
23
3,19
24
3,62
25
4,09
26
4,60
27
5,16
28
5,75
29
6,40
30
7,07
Observação: É evidente que, em se tratando do ser humano, poderá haver muitas diferenças que não deverão ser consideradas como anomalias. Porém, os casos em que os volumes de ar sejam muito discrepantes deverão ser retestados

Nenhum comentário:

Postar um comentário